segunda-feira, 11 de abril de 2016

Venezuela-( America do Sul)









Sua geografia variada, constituída por um amplo litoral, planícies e a Cordilheira dos Andes, torna o país destino para as mais distintas espécies de turistas, muito embora o destaque fique para as suas belas praias. Banhado pelo festejado mar do Caribe, o litoral venezuelano proporciona ótimas opções para quem procura desfrutar de areias claras e um límpido mar sem ter que desembolsar um grande investimento. 


Diante da proximidade com o país, é fácil encontrar turistas brasileiros curtindo suas férias, ou mesmo fins-de-semana prolongados, nas belíssimas praias de 

Isla Margarita. A 35 minutos de vôo da capital Caracas, a ilha dispõe de dezenas de praias belíssimas, que, pela variedade de estilos, conseguem agradar a todos os gostos.




 Outro destino concorrido é Los Roques, arquipélago que oferece lagoas, areia branca, água cristalina e é parada obrigatória para os adeptos do mergulho.





Para quem busca outro tipo de experiência, conhecer os Andes pode ser tornar uma excelente ideia. Uma boa opção é se hospedar na cidade de Mérida, de onde partem vários passeios para as cordilheiras. 

O principal deles é a subida ao Pico do Espelho, com mais de 4600m de altitude, que é feita por meio do mais alto e longo teleférico do mundo. Porém, antes de visitar o local, informe-se sobre o funcionamento.


Fazer compras também pode ser uma boa opção na Venezuela. O país também oferece cassinos, para agradar aos turistas mais noturnos.


 Porlamar, na Isla Margarita, é o melhor destino se essas forem a sua escolha. Lembre-se, porém, que o bolívar é a única moeda aceita no comércio. 


Tome cuidado com o câmbio negro; embora difundida e vantajosa na teoria, a prática é proibida e pode gerar problemas, não só perante a polícia, mas com a entrega de dinheiro falso. Para facilitar o câmbio, é recomendado trazer dólares americanos.

Por fim, nem sol de praia e mar a Venezuela vive. Conheça as impressionantes paisagens que inspiraram Conan Doyle a escrever O Mundo Perdido nos tepuys da tríplice fronteira com Brasil e Guiana e ver a maior cachoeira do planeta, o Salto Angel, com seus mais de 900 metros de queda d'água.